Notícias, Vídeos

Sementes, por Arx Duo

A melhor notícia neste início de ano foi saber que ganhamos parceiros em nossa trajetória! O Arx Duo, formado pelos percussionistas Garrett Arney e Mari Yoshinaga, nos presenteou com uma performance muito precisa e poética de Sementes. Confiram!

O vídeo foi lançado no site da empresa de baquetas americana Vic Firth e em duas semanas já atingiu a impressionante marca de 5000 visualizações. Curtam a página do Arx Duo no Facebook!

Uma recomendação: assistam ao Book of Grooves, de Alejandro Viñao, executado por Garrett e Mari! Você pode assisti-lo aqui.

Garrett e Mari são artistas Vic Firth.

Anúncios
Notícias, Sobre

Desvio e longas distâncias. O que isso tem a ver?

Desvio e longas distâncias. O que isso tem a ver?

Meehan/Perkins Duo, e suas 1900 milhas.

É comum conceber que um grupo é formado por pessoas que vivem há poucos metros de distância. Ou até na mesma casa. Um grupo de músicos que respira o mesmo ar e tem as mesmas idéias. Bem… nem sempre funciona assim.

O Meehan/Perkins Duo é um exemplo. Todd Meehan é professor da Baylor University School of Music, no Texas. Já Doug Perkins é professor no departamento de música do Dartmouth College, em New Hampshire. Isso os coloca a impressionantes 1900 milhas de distância (ou seja, 3000 quilômetros!) e entre os principais grupos de câmara dos Estados Unidos. Para os que imaginam que a distância é um empecilho para os dois, vejam o que Todd diz:

“O Doug e eu somos grandes amigos, mas o fato de não estarmos próximos fisicamente é muito mais saudável.”

E Doug completa:

“Eu realmente acho que isso [a distância] é a melhor parte do negócio. […] Estamos sempre indo ao encontro do outro ao invés de fugindo um do outro.”

Chamber Music Magazine, Winter Edition, 2014.

DESVIO, e seus (modestos) 500 quilômetros.

Essa é uma situação mais comum do que imaginamos. Para DESVIO existem 500 quilômetros que separam os músicos. Leonardo Gorosito mora em Vitória e é músico da Sinfônica do Espírito Santo. E Rafael Alberto tem a mesma condição, porém é músico da Filarmônica de Minas, em Belo Horizonte. Porém, essa condição não é de hoje…

A própria criação de DESVIO, em 2010, já foi feita à distância. Ambos faziam mestrado nos Estados Unidos. Porém, em universidades diferentes, separadas por uma baía – e hoje, pensando melhor, já pode ser considerada uma grande sorte estarem no mesmo país. De volta ao Brasil, as cidades nunca mais coincidiram, mas a vontade de trabalhar juntos sim.

A relação paradoxal em relação a distância do Meehan/Perkins Duo é também sentida por Leonardo e Rafael. Os músicos encaram isso como uma condição ideal de trabalho, pois quando se encontram, para ensaios e concertos, tem muitos resultados a mostrar.

Portanto, se seu grupo estiver passando por esse tipo de dificuldade, vá em frente. Talvez a melhor fase esteja por vir!

Acompanhe-nos no facebook! Lá vocês também podem acompanhar nossas atividades e saber sobre nossos próximos concertos.